segunda-feira, setembro 29, 2008

BASCULAÇÃO CRUDE / FALÊNCIAS IMINENTES


Como piroclastos pelo declive do vulcão, os impasses da crise fazem entrechocar-se,
abalando-se reciprocamente, sectores variados da economia:
«O preço do petróleo permanece sob pressão.
Nos últimos cinco anos alterou-se muito
por receio de interrupções na oferta.
Agora altera-se devido aos receios de afundamento da economia»,
explicou um analista da WTRG Economics.
[...]
«Durante o dia, as perspectivas da procura de petróleo
tinham já sido abaladas pelas sucessivas notícias de falências iminentes
no sector financeiro, evitadas graças à intervenção estatal
ou à aquisição dos activos por parte de outras empresas.» [Público]

Sem comentários: