domingo, janeiro 24, 2010

ASSASSÍNIO DESPORTIVO

É tudo muito lindo. Na Taça da Liga prosseguem FC Porto, Sporting e Benfica. O normal. O que não é normal é o assassínio desportivo de dois atletas do FC Porto e a arrastadeira insondável dos castigos que a imprensa vai anunciando futuros. O País do Futebol pergunta-se justamente que raio de obscenidade mal explicada é essa que dita a ausência de Hulk e Sapunaru dos campos de futebol por tanto, mas tanto tempo e ainda mais algum e isto antes de qualquer espécie de conclusão. Enquanto esse nojo continuar, nojo igual a outros praticados na política e na economia apenas porque a verdade não interessa nem a transparência, não haverá grande margem para paz. O cu de Judas do futebol português não se pode dar ao luxo de fazer haraquiri desportivo com este tipo de questões de ronha, onde impera a politiquice e o mero oportunismo. Sim, porque não se trata de outra coisa.

3 comentários:

Miguel Gonçalves disse...

Olá Joshua.
É só para lembrar que essa lei preventiva que impede os 2 atletas de jogar foi alterada no ano passado a pedido do FCP e aprovada com uma única abstenção (SLB). Também não concordo com o tempo que leva a decidir (isso é um espelho dos nossos tribunais). Na minha opinião o FCP quis esta lei para que outros caissem nela (leia-se túnel de Braga no SCB-SLB). Ou não acha que exista uma união obscura entre o SCB eo FCP?? O FCP até empresta um jogador (Renteria) a um rival que está 6 pontos à sua frente, só para tentar evitar que o SLB seja campeão, caso o FCP não o consiga. Se tudo correr como eu vos desejo, ficam atrás do SCB, de preferência com muitos golos do Colombiano.
Cumprimentos

joshua disse...

Hei, caro Miguel, nem me fales de "colombiano" (a propósito do excelente Renteria) que eu penso logo em Guarín e no frio na barriga que vê-lo a jogar me causa: perdas de bolas, lentidão, ausência de ideias.

Abstraindo-nos da autoria e escopo sorna das leis de que falas, cumpre dizer-se que o impedimento a Hulk constitui uma ofensa ao nosso futebol, à sua qualidade e escassa capacidade de encantar no plano internacional, uma vez que aquela pérola foi uma descoberta e é uma mais valia para uma Liga tal qual a maximização desportiva que Jesus sacou de Aimar, Di Maria e Cardoso além dos restantes. Não sei se o Braga e o Porto formam uma conjura de benefício mútuo. Sei é que Jesus armadilhou esse mesmo Braga para que fosse o que hoje é hoje: quase instransponível. Aqui no Porto as coisas são muito olhadas no plano regionalista para compensar a macrocefalia da Capital. Em vez de odiar o esquecimento e negligência a que somos votados (pense nos desvios socratinos ao QREN!) passa-se a abominar certos símbolos de da supemacia lisboeta. Manias. Já sabes que só desejo que o FC Porto galgue terreno e deixe o Benfica para trás a grande distância e, se assim não suceder, ao menos possa o Braga ser muito justamente campeão pela primeira vez na sua história, após três ou quatro boas tentativas recentes. Saudações Cordiais.

Miguel Gonçalves disse...

Concordo plenamente que o Hulk faz falta à nossa liga, apesar de o achar muito parecido ao Di Maria, somente na questão de só jogar bem de vez em quando, mas que faz falta, sem dúvida.

Para mim o SLB transcende em muito a capital, mesmo se vivesse na Austrália seria do Benfica.

Como Nortenho e lampeão, tenho muita dificuldade em associar guerras norte/sul e futebol, e como já te disse, não gosto de política.

Só falei na tal alterãção à lei, para dizer que o SLB não tem culpa do retardamento na decisão, tem culpa dos incidentes como organizador do jogo e espero que seja castigado de forma a que não volte a acontecer. Não quero ver o nome "túnel da Luz" comparado sequer, ao famoso (pelas piores razões) túnel das Antas.
Cumps