domingo, janeiro 31, 2010

OS BLOGUES DO GOVERNO

Os blogues oficiosos do Governo fazem um trabalho notável de propaganda e contra-informação. Não há como eles para instilar no oponente desânimo e ignorância da verdade completa, pois só manipulam segmentos e partículas convenientes dela. Arriscaria a aposta de que parte da grossura do nosso défice se deve, como sugere, e bem, Carlos Santos, ao quanto tais blogues oficiosos têm custado astronómica exorbitância há mais de quatro anos impendendo sobre o erário público: «Parece-me, aliás, particularmente curioso que ao terceiro dia nada se tenha escrito nos blogues oficiosos de apoio incondicional ao governo a este respeito. Enquanto uns estão preocupados com as Burkas, e outros com a ajuda dos EUA ao Haiti, a Câmara dos Assessores Anónimos pagos pelo erário público, mistura as burkas com a culpabilização das agências de rating. Sobre o défice, dizem zero! E selectivamente citam a crónica de Pedro Adão e Silva ignorando a parte em que ele diz: "(...) pode um Estado como Portugal agir de outro modo e não cuidar do modo como os mercados nos olham? Não, até porque a dimensão dos nossos desequilíbrios orçamentais é assustadora". A isto se chama propaganda. No Titanic, esta malta seria a orquestra!» Carlos Santos

2 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Jshua


Pois seria orquestra. E concordo com o que dizes. Mas apesar disso a blogosfera é um espaço de liberdade de opinião que não deve morrer. As redes sociais não substituem esta grande conquista.


Abraço

SILÊNCIO CULPADO disse...

Joshua


Desculpa amigo ter escrito o teu nik com gralha.

Abraço mais uma vez