terça-feira, janeiro 19, 2010

CRUDE POR RÚBEN MICAEL

Após ter torturado por longos meses os adeptos com um meio campo disfuncional, com nulas soluções e fraco dinamismo, o FC Porto dá sinais de vida e, admita-se, afinal nada em crude. A contratação do diamante madeirense Rúben Micael promete engastar o anel sem dedo da equipa de Jesualdo, que se arrasta algo medíocre no plano interno, para piorar, amputada do temível Hulk, naquela que ainda é uma história muito mal contada. Resta muito pouca margem para esbanjar pontos com tremideiras e atitudes imberbes, como frente ao Paços, para além do problema endémico das arbitragens deliberadamente negligentes e adversas com o Porto por ser o Porto. Criou-se o mito cabrão de que o FC Porto foi hegemónico nas últimas décadas graças a arbitragens de favor, quando na verdade nem as teve nem precisava delas para nada. Do mesmo modo, o Benfica não precisa rigorosamente nada das arbitragens amigas para ser o que é, uma excelente equipa capaz de resultados ainda mais excelentes. Mas não. Jornada após jornada, medra sempre bafejada, pelo sim pelo não, com o favor arbitrário e arbitral das arbitragens.

6 comentários:

Quint disse...

Três vezes viva esta análise que aqui nos deixas, amigo e camarada!

Miguel Gonçalves disse...

Bem, e ainda dizem que eu sou faccioso...Bem, vim até aqui para ver o que os adeptos do FCP pensam do Ruben Micael (cheguei aqui através do maisfutebol) e deparo-me com um blog essencialmente anti-benfiquista (nada que me espante)...

Falando do Ruben, acho que é uma excelente contratação do FCP, para o pior lugar do vosso 11, e se se adaptar rápido ainda vos pode dar alegrias (espero bem que não).

Desde o Benfica-Nacional deste ano que digo que o Ruben é um "jogador à Porto", não por a expressão significar algo de bom...

joshua disse...

Tarantino, é sempre um bálsamo a fraternidade generosa das tuas palavras.

joshua disse...

Miguel, este blogue não é antibenfiquista, apesar de ser portista.

Renato_Seara disse...

Hulk já não joga há cinco jogos e ninguém sabe o porquê. As agressões sucedem-se nos jogos na catedral e sumarissimos nem ver-los.

Impressão minha ou o SLB só conseguiu uma goleada contra 11 (contra o forte Setubal de Azenha). Contra 9 até o Famalicão!

Daniel Santos disse...

nem sei o que te diga... nem sei o que te diga...