domingo, janeiro 17, 2010

BEBIANO, ADNAN E EMIN

O Rui Bebiano vai buscar um exemplo de falta de humor e capacidade de encaixe do Poder no Azerbaijão com consequências imediatas para os bloggers envolvidos na criativa brincadeira. Convinha não esquecer que em apenas cinco anos não descemos para muito longe de essa vertente desabridamente persecutória das autoridades azerbaijanesas. O Poder político ganha-lhes em subtileza onde os azerbaijaneses nos derrotam em descaramento e bruteza. Por cá, o pensamento único, o soterrar do Contra-Informação, a perseguição a opinadores desassombrados, como João Miguel  Tavares, o assédio e os petelecos a quem não perdoa o Ar de Circo, o Despesismo Espectacular dos Anúncios Repetidos, todos esses factores e ainda mais têm dado à "democracia" o fino torpor fúnebre que a caracteriza e que a faz agonizar mais por razões anímicas que financeiras. Entretanto, o Adnan e o Emin podem esperar. Nós é que precisamos do máximo de contribuintes para o peditório português antes que a coisa deslize para pior.