segunda-feira, dezembro 15, 2008

CILADA QUE SAGRA



Era uma cilada.
Ele avançou.
Recuo seria somente derrota em recuo.
Era uma Saída.
Saiu.  
Expôs-se ao sabor a sal,
apenas um quarto de sabor a sangue.
Era o sagrar da caminhada, 
e o vinagre somente travo do mesmo travo, 
fervor paliativo ou anestésico, 
embebido na esponja presa,
recusada, 
à ponta da lança sagrada e a sagrar, 
pelo flanco,
Aquele que Veio para Salvar
e encontrar o que estava Perdido.

Sem comentários: