quinta-feira, dezembro 18, 2008

O ABUTRE DO AZAR


Com tanto azar e tanta inconsistência nos momentos mais críticos,
chega-se a ter pena de Quique e a ter pena do SLB pena enésima vez. Pena!
Tão perto do Natal e novamente tão frágeis contra todos os desejos, perdendo por 0-1.
As nossas expectativas são colocadas de todas as vezes lá no topo.
O jornal desportivo A Bola, por exemplo, faz um notável trabalho
de desgaste pela demasiada exposição a todas
as minudências do Clube, criando um efeito de cansaço radioactivo na boa moral,
pelo empolamento contraproducente de qualquer tema irrelevante.
De tanto colocar pressão positiva sobretudo sobre o balneário
já não capitaliza desempenhos nem galvaniza coisa nenhuma.
lkj
As primeiras páginas facciosas de A Bola já fizeram mais mal que bem ao SLB
porque esse afunilamento privilegiador gera ridículo e mesmo as pré-épocas
de especulação já trouxeram por demais o ridículo e o oposto da vitória
e da consistência ao SLB. Hoje, o SLB perdeu
e a culpa é toda do abutre do azar, de pecados antigos
e mais me convenço também de uma certa imprensa que, de tão favorável,
é afinal absolutamente nociva aos interesses do SLB.

6 comentários:

antonio ganhão disse...

Dedilha por outros motivos...

Daniel Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Santos disse...

por razões de cor não comento este texto, alem disso és um exagerado.

Anónimo disse...

"Num" me digas que a Naçon xora?

Blondewithaphd disse...

Olha, verdade verdadinha é que eu me ando a virar para o Leixões! Achas que também me posso divorciar do SLB? :)

Tiago R Cardoso disse...

A Naçon chora, só me faltava um portista engraçadinho.

E claro um Blonde a caminho do norte.