terça-feira, dezembro 23, 2008

ESSA CAGANÇA DÉSPOTA


Venha quem vier, este PS governamental comporta-se como um déspota desabrido.
O Porreiro-Déspota Sócrates delega na Horrorosa-Déspota Maria de Lurdes
que delega no Anão-Déspota Jorge Pedreira que exerce um despotismo delegado,
anunciando rebuçados e bombons recheados com a estricinina do ridículo,
caso a insurgência e a indignação façam de conta que amoucham,
amouchando mesmo, a grande salvação da face-nádega-rósea do Governo.
lkj
Se os professores, em massa, de todas as formas e feitios, dentro da lei
em nada são atendidos, por que haveriam de ser os reformados?,
caso viessem reclamar com justa causa pelos seus direitos?,
ou os portadores de deficiência esbulhados
no seu IRS ou outros grupos igualmente carentes?!
Na verdade, este Governo tem assaltado o pedinte à porta da Igreja.
Assalta-o de fisco e de coima, saca-lhe as parcas moedas sobrevivenciais
e, com elas, vai a a correr assistir ao homem rico na compra
do seu novo e imaculadamente caro automóvel.
lkj
Está escrito: Déspota é uma qualificação dada à pessoa que governa
de forma arbitrária ou opressora. Muitas vezes atingem o poder
pelas vias democráticas prometendo baixar os impostos,
ou por movimentos populares, mas com o tempo
buscam enfraquecer as demais instituições,
o PR, a Oposição, a Sociedade Civil,
reger leis retroactivas e prospectivas
de interesse próprio [Justiça Lassa, Casa Pia, BPN/BCP/BPP/CGD]
e adquirir a autoridade absoluta.
lkj
Mas ninguém quer saber até que tudo isto contamine
todas as ilusões e alienações por enquanto dormentes.
Por enquanto esta oprimência só dói aos outros!

1 comentário:

Pata Negra disse...

Ainda bem que temos dedo médio!



Por motivos de alteração provisória de humor e de Fé este ano não dou votos a ninguém.
Passa uns bons próximos dias e, já agora, bons próximos anos também.