terça-feira, dezembro 16, 2008

FED, POR TAXAS NUNCA ANTES REBAIXADAS


Em sede de economia, o inédito e o esquisito batem todos os recordes
e todas as semanas, alternando com alguma falência ou irregularidade sonante
internacional ou nacional detectada, tomam-se decisões
no mínimo inéditas, que antecipam grande perturbação nos sistemas bancários:
«Em comunicado, a entidade central norte-americana explica que a taxa directora vai fixar-se, a partir de agora, num intervalo entre os zero e os 0,25 por cento, e adianta estar disponível para usar "todos os instrumentos disponíveis para promover o crescimento económico e preservar a estabilidade dos preços". Com esta decisão, a Fed entra num território até agora inexplorado, colocando o preço do dinheiro no seu valor mais baixo de sempre nos EUA e aproximando-se da política de "taxas zero" aplicada durante seis anos no Japão para combater a recessão económica».[Público].

1 comentário:

antonio ganhão disse...

Taxa zero? Felizmente por cá os spreads sobem, não corremos esse risco!