sábado, dezembro 27, 2008

FELIZ CARNIFICINA!


Israel é um baluarte do desenvolvimento humano, científico e económico
a toda a prova, país onde se inova e onde se trabalha realmente.
No plano da segurança interna, porém, não olha a meios
para retribuir olho por olho e dente por dente: a carnificina
do dia de hoje, em pleno Shabbat, concretizada por Israel na Faixa de Gaza,
após sucessivas ocorrências com Al-Kassam no sul do seu território,
demonstra o apetite especial por levar a morte e a destruição
triplicadas sobre um bando de fanáticos do Hamas, mas não só.
lkj
Decapitar lideranças entre terroristas e retribuir com particular ferocidade
eis o modo de operar de que Israel muito dificilmente abdicará,
tendo em conta os velhos planos de reconquista
a longo prazo do território que ancestralmente era o seu,
ainda que violentando uma percepção ética moderna de território e nacionalidade.
Nesse sentido, o fervor fanático de certos grupos palestinianos
é ouro sobre azul e em certo sentido bastante útil para a retórica de auto-defesa
assim como o pretexto mais perfeito para carnificinas como esta
que dará origem a outras e a outras, recíprocas e sucessivas,
num círculo vicioso que só pode redundar num desfecho
em cem, trezentos ou quinhentos anos: um novo grande Israel davídico.

3 comentários:

David R. Oliveira disse...

Eis um, entre outros, dos assuntos em que Joshua, estaremos sempre em total e absoluto acordo.
Se disser "mata!", eu direi "esfola!"
... Samuel Huntington, não morreu.
Abraço
David Oliveira
P.S.:... o "tipo" só toma posse em Janeiro, mas já lhe estão a "apalpar o pulso". Inevitável!

Anónimo disse...

Pois mais um que só deve ter a Al-Jezira em casa. Talvez a box da televisão digital ou a antena não dão para mais... ou então anda a reboque de petróleo palestino... Ou então ainda dorme. Enfim a esquerda prefere fechar os olhos à vida real...

antonio ganhão disse...

Gostei das fotos! è Natal e os presentes enfeitam-se... :P