terça-feira, agosto 24, 2010

BRAGA, MEU FILHO

No País dos Robertos e dos Casillas, o Braga foi enorme, provando que Vencer é quando um Domingos quiser. Braga, meu filho, bem-vindo à grandeza europeia e, por que não?, mundial!

6 comentários:

Anónimo disse...

Paulo Lopes, Gaia. 24.08.2010 21:58Vota | 18 votosQueria agradecer aqui a essa grande figura do futebol português chamada Ricardo Costa. Porquê? Ora essa!! Porque se não fosse este senhor, dificilmente teriamos agora dois clubes portugueses na Champions: o que chegou lá por direito próprio e mérito intocável, e quem lá chegou graças ao que toda a gente sabe... Obrigado, Ricardo Costa! Imaginem que o Braga tinha sido campeão no ano passado, como merecia! Estavamos tramados!

Anónimo disse...

Caro Joshua ! Em Braga a relação de podridão entre o futebol e a autarquia é imensa. O futebol é uma forma de ópio numa cidade e num concelho dominados por uma oligarquia de empreiteiros que são amantes do futebol, de amantes de futebol que são políticos e de políticos que são corruptos.

floribundus disse...

os 'índios' e 'lagartos' que tenham Paciência.
perseverança e competência não é para todos.

Zé Povinho disse...

A humildade e o querer são qualidades que são indispensáveis para o sucesso.
Abraço do Zé

Anónimo disse...

O anónimo que fala em ópio e oligarquia de empreiteiros se vivesse em Vila Nova de Gaia fazia greve de fome.

GAIENSE REVOLTADO

Anónimo disse...

"O anónimo que fala em ópio e oligarquia de empreiteiros se vivesse em Vila Nova de Gaia fazia greve de fome." Duvidamos. Ver BragaMaldita