segunda-feira, agosto 23, 2010

INAUDITA ASELHICE ASS

A última aselhice de ASS consistiu em abrir o jogo da Defesa de tal maneira que, apenas numa entrevista ao i, ficamos a saber, assim como o resto do mundo interessado, que espiões militares seguem para teatro de operações do Afeganistão no Outono e que de igual modo, no Líbano, deveria, deve ou deverá, haver este "instrumento". Seria preferível não saber nada de este "instrumento". Um "instrumento" secreto divulgado numa entrevista é um "instrumento" desabilitado por uma entrevista. Em suma, se não fosse o enorme amor que ASS nutre pelo socratismo putrescente, onde se contorce e se excede sob as formas de zelo mais demenciais, não fosse a politiquice e a trauliteirada a que se entrega preferencialmente, talvez, por uma vez, Portugal fosse servido e não a tribo fascizóide a que pertence.

5 comentários:

Anónimo disse...

Com os meus parcos meios concluí que nem Salazar esteve tão próximo, como sócrates, de liderar uma sociedade "fascista". Senão veja: Um líder incontestado (pelo menos em público...) no topo da pirâmide, uma sociedade corporativa de inspiração mediavalista, um "parlamento" inoperante (partidos-espantalho), regime com presos políticos (Mário Machado, além do mais também é prso de delito comum...), polícias políticas, domínio da justiça pelo poder político, comícios encenados de forma grandiosa, culto da personalidade do querido-líder; o PS, quase o "partido único" (mesmo em minoria!) algozes do regime infiltrados em todo o lado e bufos diligentes. Esta sociedade é apenas toscamente "fascista"; mas esta sim, está próxima.

Karocha disse...

É assim Joshua!
Sem comentários e, já agora divulgava também os nomes,para o trabalho ficar completo...

JFrade disse...

O ASS é mestre em contra-informação. Os espiões vão já no dia 15 de Setembro e vão vestidos de "Marias Albertinas" como na guerra do Solnado.

Anónimo disse...

O Mário Machado Preso político? Só contaram para você.

Tiago disse...

Desta vez, sobre o Benfas, nem um sussurro! Entendi-te.