sexta-feira, agosto 27, 2010

DITADURA DA CUNHA

Capturar a sociedade numa complexa teia de laissez faire, laissez aller, laissez passer e criar atrito entre a moral exigida e a praticada ou beneficiada pelos cidadãos, eis o que subjaz à portaria que o Governo se prepara para aprovar e que regulamenta os concursos de acesso à função pública, permitindo que a contratação de trabalhadores a termo para os serviços públicos seja feita por avaliação curricular, certamente a olho e atendendo ao sobrenome. Uma avaliação que não exigirá, na selecção dos candidatos, a prestação de provas de conhecimentos consuma o aprofundamento do factor cunha porque o avaliador dos currículos dificilmente não alimentará fidelidades políticas óbvias ao "socialismo" que pratica e expande a América Latina que há dentro de nós.

1 comentário:

Anónimo disse...

http://bragamaldita.blogspot.com/2010/08/beneficios.html#links