segunda-feira, fevereiro 03, 2014

FACTURA DA SORTE

O bom trabalho de Paulo Núncio vale,
quanto a mim, todo um Governo.
Na passiva ou na activa, somos todos cidadãos responsáveis uns pelos outros. É imperativo que sejamos cada vez mais responsáveis uns pelos outros nem que para isso o Estado arme estímulos e incentivos fortes como sortear todas as semanas 91 000 euros pelos particulares que pedem factura. Quem gasta 543 milhões/ano só em raspadinhas pode bem fazer o esforçozinho. Os inimigos disto também são inimigos do nosso défice, da nossa dívida pública e, portanto, do nosso querido Estado Social sempre tão difíceis de financiar.

1 comentário:

Daniel Santos disse...

fosses tu dono de um café e te pedissem uma fatura por cada bica que vendias, 65 cêntimos, se calhar estavas te borrifando para o sorteio.