terça-feira, janeiro 29, 2013

CHOQUE DE PLACAS GEOPOLÍTICAS

«A recente criação do Africon, por iniciativa e comando dos Estados Unidos da América, a par da desestabilização árabe, a recente operação especial montada no Malí (principal fornecedor de urânio à França e à China...), ou ainda a guerra movida pelo dólar contra o euro desde 2008, são sinais evidentes de um novo e próximo choque das placas geopolíticas mundiais. O motivo é um só: assegurar o acesso ao último atum, ao último barril de petróleo,e ao último grão de urânio!» O António Maria

Sem comentários: