quarta-feira, fevereiro 06, 2013

PORTUGAL, PARAÍSO DAS PRESCRIÇÕES MANHOSAS

Ai se o Brasil soubesse a casta de cretinos que bem se foi abotoando em Portugal... Isto ainda está bom para fraudes, desde que em grande. Se roubares em grande, se fores grande e tiveres um grande armazém com dinheiro, não cures de mais aflição. O teu caso prescreverá e sumir-se-á pelos interstícios do esquecimento: «A Partex, co-arguida em alegadas fraudes no FSE, já havia reclamado a prescrição do processo, mas o Ministério Público tem entendimento oposto, depois de ter deduzido acusação de fraude na obtenção de subsídios do FSE. Entre os acusados no processo crime contra a Partex figura José Alfaia, ex-administrador da empresa e antigo secretário de Estado da Comunicação Social do Governo de Pinto Balsemão, e Melro Félix, da Consulta, que chegaram a estar detidos preventivamente. Além da Partex, existem outras empresas acusadas no processo, como é o caso da Consulta, da Sociedade Nacional de Sabões, da Caixa Económica Açoriana e de algumas firmas fictícias ligadas aos arguidos, que supostamente emitiam facturas falsas.» Público

Sem comentários: