quinta-feira, agosto 23, 2012

CHAPMAN, UM HOMEM RENITENTE A APODRECER

Tinha eu onze anos quando Lennon foi assassinado por David Chapman. Era fã. Doeu-me. Chocou-me. Por mim, pode o assassino apodrecer na prisão. Fomos esbulhados de melodias, de um pensamento fora da caixa, de um activismo cívico e político mais corrosivo e eficaz que um anúncio mundial e comercialóide da McDonald's.

1 comentário:

Anónimo disse...

A corrosão devia ser do ácido e da heroína que lhe enferrujou uma década inteirina.