terça-feira, abril 16, 2013

NÃO TIVE CULPA

Joaquim Carlos in Bolhão City.
Não tive culpa que me quisesses, me desejasses.
Se depois ardeste contra-vontade,
foste tu, só tu, o archote ateado.
teima experimental.

Mais tarde, muito mais tarde,
houve nos teus olhos, moça,
a febre de um ressentimento,
uma partida desarvorada.
Então, era eu que ardia,
numa teima magoada.

1 comentário:

João Amorim disse...

Belíssimo.