sexta-feira, agosto 02, 2013

A FOGUEIRA EM QUE ARDEM SOCRATESIANOS

O Caimão
A fogueira dos swap há-de queimar e queimar responsáveis e ex-responsáveis, titulares e ex-titulares, um a um. No fim, ninguém sairá ileso: «As imputações ao ex-presidente do IGCP Alberto Soares da atual ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, [...] 30-7-2013, na comissão parlamentar de inquérito sobre os swaps nas empresas públicas são gravíssimas e não podem passar sem o competente procedimento judicial. [...] O pior, todavia, o pior, em minha opinião, está nos negócios de venda de dívida pública portuguesa fora de mercado a investidores institucionais e a particulares e as outras operações nos mercados monetários. São esses negócios que têm de ser investigados prioritariamente, no IGCP e no Governo socialista, em paralelo com os swaps mais ou menos especulativos - que ontem, a nova ministra das Finanças, alegou na comissão de inquérito que não resultaram em três mil milhões de euros de prejuízo para o erário público, mas um lucro tangencial!... ainda que eventualmente os juros de dívida pública com esses bancos, para cobrir a sua criação pelos socialistas, de 2005 a 2011, e a espetativa do atual Governo, tenham sido renegociados para cima... - e o referido caso dos cartões rosa (a propósito como está o inquérito no DIAP?!...). Convém que Maria Luís, que está sob fogo cerrado do Partido Socialista socratino, revele ao povo o que sabe sobre estes negócios para expor a responsabilidade que o povo ainda desconhece.» ABC

1 comentário:

Anónimo disse...

E pergunto eu quando começa a verdadeira reforma do Estado com o fecho de muitos cursos universitários.
Tanta despesa inútil no Ensino Superior.