sexta-feira, agosto 10, 2012

CONTAS PARA IMBECIS

O João Miranda costuma fazer umas contas e, de repente, mais de metade de Portugal percebe quão monstruosa é a sua-portuguesa imbecilidade. Se não percebe, o mesmo João faz questão de repisar a triste evidência. Que mausinho obrigar-nos a perceber onde é que está o negócio ruinoso do Estado. Segundo este blogger, o ruinoso nunca está onde pensávamos estivesse: «O Pavilhão Atlântico foi mais um dos muitos investimentos ruinosos feitos pelo Estado. Os 50 milhões investidos nunca renderam mais do que 2% ao ano, tendo rendido na maior parte dos anos cerca de 0,5%. Em 2011 renderam 0,4%. Renderam menos que a inflação e bastante menos que um depósito a prazo. Se os 50 milhões tivessem sido colocados no banco a render a uma taxa de 5% hoje o Estado teria 100 milhões de euros na conta. Em vez disso tem um pavilhão que foi avaliado pelo mercado em 22 milhões de euros (note-se que no concurso público realizado ninguém deu mais). Feitas as contas, entrando ainda com os lucros miseráveis obtidos ao longo dos anos, o Estado deve ter perdido cerca de 70 milhões de euros a preços actuais. Mas note-se que o que foi ruinoso não foi a venda do Pavilhão Atlântico. Ruinosa foi a decisão de o construir.» João Miranda

1 comentário:

Floribundus disse...

miranda é verdadeiramente sádico no modo como apresenta as contas