sexta-feira, agosto 03, 2012

FUNDAÇÃO MÁRIO SOARES EM RISCO

Boa parte das fundações só pode albergar abuso, deboche, amiguismo enquistado. Ainda não vi que devassassem a toca do Porcalhão de Paris ou de outros ensandecidos gastadores políticos, mentes perdulárias que se ficaram a rir de nós e cujos nomes nem sequer se pronuncia. Em todo o caso, quando Mário Soares fala, quer outros Governo, ou uma explosão de sangue nas ruas, está, naturalmente, a pensar em si mesmo e na longa e obscena babugem a que se habituou. Uma lástima. Nem é preciso que no-lo lembre José Manuel Fernandes: «Já se perdeu a conta às vezes que Mário Soares disse com ar sério que isto estava à beira da implosão, para não falar das previsões apocalípticas do bispo das Forças Armadas. Como nada ainda aconteceu, não há nada como fazer uma forcinha.» JMF

Sem comentários: