segunda-feira, fevereiro 14, 2011

UM GOVERNO GOSMENTO

Razões de fundo por que a Moção do Bloco deveria passar sem rebuço nem remorso, apesar de venenosa e urdida para respaldar o gosmento Governo não se percebe ao preço de quê, em troca de quê, à babugem de que financiamento ou necessidade. Tais razões frias e óbvias podem ser lidas e vistas no blogue Desmitos, de Álvaro Santos Pereira. São sete gráficos do negro e nojento descalabro socialista-socratista: «Isto já para não falar naquilo que se transformou a Justiça, nos problemas constantes e no facilitismo reinante no sector da Educação, no abuso inter-geracional que foi feito com as parcerias público-privadas, no endividamento recorde da economia nacional, no despesismo e no compadrio do Estado, entre muitos, muitos outros problemas. Por outras palavras, as verdadeiras razões de uma censura ao governo são muito claras. Muito claras mesmo. Só não vê quem não quer.»

Sem comentários: