sexta-feira, abril 20, 2012

É POR ISSO QUE ADORAMOS FUTEBOL

Parece que dentro do FC Bayern, apesar do avanço na eliminatória da Liga de Campeões perante o Real Madrid, a testosterona fala mais alto e por isso mesmo o desatino também. Não é que Franck Ribéry e Arjen Robben, segundo o Sport Bild, chegaram mesmo a vias de facto?! Foram separados pelos colegas não fosse dar-se o caso de se matarem antes da segunda mão. Tudo por causa de uma divergência na marcação de um livre umas horas antes, essa coisa suprema. As grandes derrotas começam assim. Com excesso de carácter. As grandes vitórias também. É por isso que adoramos futebol.

Sem comentários: