quarta-feira, abril 18, 2012

MOHAMED ENVENENA PRESENTE DE JUAN

Depois de os anteriores Governos 'socialistas' de Espanha e de Portugal terem, de muitas maneiras, conspirado contra os respectivos Povos, especialmente os dementes que passearam optimismo criminoso e criminosamente desgovernaram e endividaram o nosso País, condenando-o com Causas onde outros, agora, nos crucificam com Consequências, vemos como mesmo a inocência do favor e a habitualidade do privilégio podem resultar envenenados para a paz podre dos respectivos Regimes: não poderiam ser mais devastadores os danos ao Regime que vigora em Espanha causados pela viagem do Rei ao Botswana. Nada a desculpa. Nem o facto de ter sido paga afinal por Mohamed Eyad Kayali. Permanecerão indeléveis a fealdade do secretismo e a fealdade do objectivo.

2 comentários:

Maquiavel disse...

Foi o Mohamed Eyad Kayali que disse ao rei de Espanha para mentir descaradamente ao seus súbditos? A dizer que não aparecia em público porque estava traumatizado com o tiro no pé do neto? Já para não falar dos seus escândalos com a amante, enquanto trata a rainha abaixo de cão em público... foi o Mohamed Eyad Kayali que o manda?

joshua disse...

O presente é envenenado, mas quem o envenena é o Rei.