domingo, abril 22, 2012

HOLLANDE DE PIRRO

Nem com populismos de última hora, estigmas generosos aos europeus do sul, espanhóis, italianos, portugueses, discursos anti-imigrante, e coisas do mesmo tipo, sem visão nem dimensão, Sarkozy logrou vencer esta primeira mão eleitoral. Cansaço é cansaço. Não deixo, porém, de olhar a vitória de Hollande como uma vitória de Pirro que nunca o seria se Dominique Strauss-Kahn não tivesse visto previamente o seu caminho natural armadilhado, coisa feia, sr. Sarkozy, coisa feia! É já a seis de Maio o tira-teimas. Veremos.

Sem comentários: