quarta-feira, novembro 14, 2012

CONTRA O VOSSO EMBEVECIMENTO NARCISISTA

As greves gerais são, hoje, manifestações ineficazes
perfeitamente arqueolíticas.
Infelizmente, as greves na Europa só podem ser uma festa na Índia e na China, actos tardios de náufragos enganados quanto ao número de balsas e à gravidade do rombo no casco colectivo europeu. Não impactam um centímetro nas actuais políticas sufocantes de sobrevivência europeia, tentativa de recuperação económica através do nivelamento por baixo relativamente ao resto do mundo, onde, ao contrário da Europa, se produz 90% da riqueza mundial. Não espelham nem dão esperança a desempregados porque o mercado de trabalho está entupido de direitos adquiridos por uns e inacessíveis aos demais, à maioria, talvez para sempre. A luta, através da Greve, é paradoxal: empobrece as principais vítimas das políticas seguidas e não atinge os interesses que passam bem ao largo dos sofrimentos das pessoas, os quais vieram para ficar. A riqueza e a vitalidade económico-financeiras já não estão aqui. Estão longe, no Dubai, em Singapura, em Hong Kong, sim, em Angola e, sim, no Brasil. Está tudo errado, se uma greve não significa nem garante o que pretende obter: uma direcção por onde o Mundo não irá, um rumo que a globalização não seguirá. Esta Greve 'Geral' tem um lugar raso no grande cemitério das greves inúteis porque no fundo equivale à insana atitude ataráxica d' Os Jogadores de Xadrez, de Ricardo Reis, diante de um desastre muito mais amplo. Esta noite, tirem-me da frente, nas TV, a vossa face de embevecimento narcisista por terem feito greve, neste oceano de desactivados e desempregados de que faço parte. Olhem bem para os nossos cornos, primeiro! É que quando me vierem dizer que a vossa Greve 'Geral' foi geral, os senhores estarão a passar a si mesmos um dos mais estrondosos atestados da vossa mumificação intelectual.

5 comentários:

Isabel G disse...

Brilhante este post, meu caro amigo Joaquim! Brilhante!

Grego disse...

Em suma, come e cala. Mande- às malvas todos os direitos que custaram séculos de luta, condene-se à pobreza os milhares e milhares de cidadãos que, ao longo de mais de seis décadas trabalharam e descontaram para sustentar este país, e façam com que esqueçam a rubrica relativa às retencoes na fonte no seu recibo de vencimento. Hipotequem os bens do estado e capitulem a economia nacional aos estados emergentes. Transformem a saúde, a educação, a justiça, a segurança social, as comunicações, a cultura, a energia, a banca nacional, as pequenas e médias empresas, a administração pública, e já agora...o "buraco do cu!"(também não há-de doer assim tanto), em coutadas asiáticas e sul americanas que convertam o país numa máquina produtora de juros gulosos para os germânicos, e numa meretriz dos mercados internacionais. Talvez assim se inverta um ciclo, e voltemos à época da pre-revolução industrial, para dar de mão beijada a nossa evolução aos sequiosos revanchistas. Sem educação, sem saúde, sem segurança social, poderemos aspirar a um estado sem dívidas, temente a deus e à humildade. POBRE! Mas honrado! Vamos regredir até 1750. Afinal, quando não se têm nada, não há nada a perder! Posto isto, seria cronologicamente incorreto rematar esta analise ao artigo anterior, com o rótulo de mumificação intelectual, dado que, à época da revolução industrial, as múmias já tinham perscrito. Remato portanto este artigo, como um bom exemplo de "putrefacção intelectual".
Este cavalheiro demonstra tanta vitalidade analítica, quanto uma turfeira!!!

Anónimo disse...


Mas porquê ...?
Sou um jovem de 18 anos, acabar o ensino... O gover deve-me dinheiro dos fundos do POPH para ajudar os Cursos Profissionais, e
nunca vi a policia a confiscar o carro do Governo... Porquê?
Quero manifestar a minha indignação nas ruas, mas nao vou com receio de sofrer consequencias... Porquê?
O pessoal da Anonoymus,Tuga Leaks, Rise Up, etc. só querem o bem do nosso país, e são censurados... Porquê?
Toda a gente se queixa deste governo de merda, e não aderem à greve geral... Porquê?

ASÉRIO PESSOAL ESTA MERDA REVOLTA-ME TANTO, VAMOS ADERIR A UMA MANIF GERAL, TUDO NAS RUAS!!!!
FECHEM AS BOMBAS DE GASOLINA,SUPERMECADO,AUTO-ESTRADAS,CAFÉS TUDO E MAIS ALGUMA COISA...

ASSIM O GOVERNO VIA QUEM FAZ FALTA!!!!

ELES É QUE PRECISAM DE NÓS, NÃO NÓS DELES!!!

menvp disse...

A CGTP faz parte do esquema/palhaçada
.
.
Eleições em todos os "trimestres"... PS... PSD... 'vira o disco e toca o mesmo'... e os lobbys - manobrando à Esquerda e à Direita - continuarão a fazer tudo o que muito bem entenderem!!!
(nota: e a CGTP vai mantendo o seu protagonismo na sociedade!)
.
GREVE GERAL... sim mas... para reivindicar um sistema semelhante ao suíço:
- os cidadãos teriam (por exemplo) uma semana para recolher (por exemplo) 100 mil assinaturas para referendar algo que considerem importante!
Exemplos:
- referendar um orçamento de Estado;
- referendar o negócio 'madoffiano' BPN... {nota: assim não seria nacionalizado pela Esquerda (PS)}.
Pois é... este sistema - semelhante ao suíço - tem um 'problema': retira protagonismo às greves gerais... e também à CGTP...
.
Em vez de andarem por aí a reivindicarem eleições em todos os "trimestres" ('vira o disco e toca o mesmo')... os cidadãos estariam muito mais atentos à actuações dos governos... e os governos seriam julgados em eleições ao fim do seu mandato de 4 anos.
Nota: O número de referendos durante a legislatura... seria um indicador do resultado desse julgamento nas urnas ao fim de 4 anos de governação.
.
.
P.S.
Aprofundando o sistema suíço: blog «fim-da-cidadania-infantil».

Grego disse...

Meu caro: povos diferentes, territórios, diferentes, toda uma história diferente. Por conseguinte, sistemas diferentes. A Geografia e a História ajudam a explicar.