sexta-feira, novembro 09, 2012

O FMI DEIXA-ME CADA VEZ MAIS CONFUSO

FMI: alguma bibliografia associada à experiência repetente portuguesa.
O FMI está em motim. Só pode estar. As contradições em que cai dão fuel quer aos detractores da austeridade fanática quer aos anti-austeridade fanática, porque o 'pode', o 'putativo', o 'é possível' tinge de incerteza a medula das medidas acordadas pela Troyka e a parte que cabe ao FMI nessa Troyka. Afinal o clamor indignado e traído grassa nas ruas de Portugal porque o Governo acha inevitável esbulhar os cidadãos: «Quanto a Portugal, o FMI já observara que os riscos em torno do nível de endividamento português aumentaram, embora considerando que se mantém sustentávelPúblico

Sem comentários: