terça-feira, novembro 06, 2012

NAVIO SEM MOTOR MOVIDO A CONSTITUCIONALIDADE

Se Portugal fosse um navio, estaria parado no meio do oceano a meter água, adernando, já. A Constituição, hoje invocada para tudo e para nada, não salva o navio Portugal, que submerge: a Constituição, dizem, é o seu combustível. Há um motim entre velhos marinheiros, com uma já longa comissão de marinhagem: amotinam-se por causa do combustível, não por causa do motor avariado ou sequer pelos buracos que afeiam e comprometem a integridade do casco e uma límpida noção de Rota, Porto, Enseada. Portanto, o navio vai solenemente ao fundo, com os tanques repletos de constitucionalidade, mas sem motor e com lanhos mortíferos que lhe laceram o lenho. Que se lixem as fendas e o motor morto, dizem os velhos marujos, gordos, anafados, com décadas a devorar a melhor parte dos víveres da nau: sem constitucionalidade, nada de tentar navegar. Assim é e assim vai o PS e todos os pretorianos da Constituição-Combustível. Assim vai a senectude regimental, hoje tão voraz ao microfone da aflição pessoal, devido ao quinhão em risco.

2 comentários:

Manel Zé Passaste-te para os Persas Meu? disse...

Se Portugal fosse um navio,MOVIDO A Con's estaria encostado num porto de espanha com a estiva em greve pelos seus direitos e tortos como os restantes con's e no meio do oceano a meter água, estaria a armada dos nobres e magalhães en demanda do brésil ou do preste joão adernando pelo peso do ouro saqueado em 38 ou 900 anos tanto faz.
A Con's instituição, hontem hoje e amanhã e secalhare ódespois invocada por sacrifícios humanos e inumANOS e doutras bestas para tudo e para nada, não con segue dar
recado da travalheira
salvai o navio encalhado em porto de espanha Portugal, que submerge e enferruja: a Con's instituição, dizem, Salazar, Soares, Sampaio, Silva e Sócrates junto com outros eSSes é o combustível que alimenta a frota do exílio dourado.

Há um motim entre velhos marinheiros qque nunca meteram o pé na água e preferiram ir de férias permanentes en navio aéreo, mas mesmo assis francisco gente com uma já longa comissão de marinhagem no navio atracado há 900 anos mais 38 os velhos marujos de longa cabotagem virtual e que têm longos anais de marinharia feitos, gordos, anafados, com décadas a devorar a crédito a melhor parte dos víveres e vitualhas da nau que era navio e barca e bote de salva a são e a nação massão de amassão feita: sem con's institucionalidade, nada de tentar flutuar nas águas chocas da putalítica paleolítica portuguesa

o que até é bom pois jangada de pedra não navega grande cousa....

José Domingos disse...

Estes "democratas aventalados" e outros que tais, já rebentaram com Portugal, por três vezes, e ninguém os pune exemplarmente.
Vergonha.