quarta-feira, julho 10, 2013

A AUSTERIDADE VALE A PENA

Entre mortos e mortos, a  economia portuguesa corrigiu o mais importante desequilíbrio que condicionava gravemente todo o nosso futuro: o desequilíbrio externo que nos endividou até ao limite  um vasto conjunto de empresas privadas, empresários e trabalhadores, procuraram novos mercados para substituir o mercado interno. A contracção do consumo privado e público induziu as empresas a encontrar mercados nunca dantes navegados. Entre mortos e mortos. Estamos à espera de números e resultados que provem ter valido a pena não só para a economia, mas também para as pessoas.

Sem comentários: