terça-feira, julho 16, 2013

JERÓNIMO, A VOZ CAVA DA EXTINÇÃO

Uma das coisas que nunca compreenderei é por que motivo ao Estado Português tem sido impossível um superavit, desde 1975. Quem amarrou o meu País aos défices e à dependência perpétua da canela, do ouro, da cana do açúcar, do café, do tráfico de escravos, ou do dinheiro da União Europeia?! Para que serve o PCP e uma Política de Esquerda, de que nos vale o seu pensar pequenino, Espantalho do Dinheiro, de quem tem Dinheiro, do Investimento, de quem queira Investir?! Em Nova Iorque há dinheiro. No Dubai há dinheiro. Em Londres há Dinheiro. Por que não pode o Dinheiro passar por Lisboa e desempoeirar Portugal de tretas e balelas ideológicas?! Por que não pode Lisboa ser como Amesterdão, como Londres ou Nova Iorque, onde se tem e se faz Dinheiro?! Por que insiste Jerónimo em fazer de Lisboa uma nova Havana?! Por que insiste o PS em sonhar para Portugal o modelo de Caracas?!

1 comentário:

Anónimo disse...

Para quem proclama a palavra de Deus, mostrar inveja do dinheiro do nossos parceiros da UE é feio e acima de tudo pecado!