domingo, julho 14, 2013

O PS É MUITO MAIS QUE O PAÍS

«O PS não deve nada a ninguém. Não deve nada a este Governo, cuja primeira medida foi afastar o PS de todos os ajustamentos feitos ao memorando. Não deve nada a este Presidente, que desde o primeiro mandato não tem feito outra coisa senão censurar e promover a censura do PS. Não deve nada aos partidos à sua esquerda, que se uniram à direita para provocar a queda do anterior governo, sendo co-responsáveis pela existência do actual. E não deve nada a este povo, um povo ingénuo e imbecil, que persiste em viver ao sabor dos engodos da retórica, que persiste no facilitismo da maledicência e numa incapacidade de diferenciar entre a virtude corajosa e as vulgaridades ideológicas. Vivemos numa democracia que decidiu eleger este governo, porventura um dos actos mais arriscados alguma vez tomados por um povo livre. Não faltaram avisos sobre as consequências catastróficas dessa opção. Pois bem, quem arrisca habilita-se a levar, e quando leva é merecido, porque arriscou. Posto isto, o nível de contribuição que o PS devia oferecer é zero. Rigorosamente zero. Se o que nos espera é o caos, a falência do estado, um segundo resgate, a saída do euro e o regresso ao 3o mundo, é bem feito e que assim seja. O PS não deve nada a ninguem, cada um tem aquilo que merece.» Um Imbecil Socialista Qualquer

1 comentário:

Vivendi disse...

"O PS não deve nada a ninguém"

Só foi pena terem deixado uma pesada conta para outros pagarem...

E eu, que não devo nada ao PS nem deles nada quero, posso mandá-los para a Puta que os pariu.