segunda-feira, novembro 04, 2013

ESGUIA, A MELGA ZUMBE

Que Isabel Moreira passe de independente pelo PS a militante-filiada no PS é a coisa mais natural do mundo político português, um mundo à parte do da economia, das famílias, da realidade. E que a sua tendência para o excesso gratuito, para o desbocado, o hiperbólico, o insultuoso, no plano institucional, seja visto com bons olhos pela pesada apadrinhagem de velho PS proprietário de Portugal e enquistador da mudança, é apenas o corolário coerente do para que esse partido serve, afinal. Para conduzir os destinos nacionais ao Desastre, imputá-lo a terceiros e estar apostado a não mexer em nada, não mudar nada, não reformar nada, não dar a mão nem o pé, mesmo com o País de corda ao pescoço. Muito bem!

Sem comentários: