terça-feira, novembro 19, 2013

O HUMOR AMARGO DO BRUNO

Bruno Nogueira está absolutamente contaminado de caolhismo esquerdelhudo e a precisar que o satirizem a ele sem dó nem piedade: qualquer coisa dita por César das Neves, Margarida Rebelo Pinto, fora do sentido literal converte-se em literal e simplista, caricatura forçada, nesse tipo de humor zangado do estaca Nogueira. Ninguém, aliás, como ele para um tipo de humor amargo e completamente lixado com a vida e a ordem dolorosa das coisas e do mundo. Será que também marcará presença no Convénio Senil das Esquerdas, amanhã, na Aula Magna?! Se lá estiver, faz sentido.

1 comentário:

Anónimo disse...

Esta besta tem tanto de humorista como o Abrunhosa de cantor...
:-) :-) :-)
e é igualmente tristemente patético assistir aos esforços piadéticos e esganiçados destas criaturas, a passarem-se por aquilo que não são, nem serão mesmo que vivessem um milhão de anos!...
AM