sexta-feira, junho 22, 2012

NA ESPERA DO AUTOCARRO

Tive azar. O casal assimétrico do lado, ela, baixa e gorda, ele, deficitário mental, quis meter conversa comigo animadamente, mas não gostava de Ronaldo nem de Passos Coelho a cujo Governo assacava todo o ónus da nossa desgraça. Qualquer lembrete sobre as responsabilidades do Filho da Puta em Paris não foram comentadas pelo casal desnivelado. Vale que admitiram serem, nesses considerandos, uma minoria.

Sem comentários: