segunda-feira, junho 18, 2012

PADRE FREI COSME, VOSSA REVERÊNCIA

Padre Frei Cosme, vossa reverência
Se engana, ou enganar-nos talvez tenta:
Quem as riquezas dá, quem nos sustenta,
Não é de Deus a suma providência?
l
Pois logo com que cara ou consciência
Esmola pede, e arrepanhar intenta
Para o Senhor da Paz, ou da Tormenta?
Tem Deus do homem acaso dependência?
l
Tire a máscara, pois, largue a sacola, 
E deixe o povo, a quem impunemente 
Em nome do Senhor escorcha, e esfola: 
l 
À viúve a esmola, e ao indigente; 
E não queira, hipócrita farsola, 
Foder à custa da devota gente. 
l 
Bocage

Sem comentários: