quinta-feira, outubro 31, 2013

DIAFRAGMA

Ontem, na Grande Cidade, as luzes,
Farrapos dos meus gritos.
Ao fundo crepusculava
o penúltimo dia de Outubro.

Não me dei o Mar.
Era só eu, meu coração e os seus batimentos.

Sem comentários: