quarta-feira, outubro 02, 2013

THEY ARE NOT PORTUGAL

Depois de Detroit, a Sra. Falência bate à porta de Cleveland, Memphis, New Orleans, St Louis, e Oakland. Castelo de cartas ou dominó, há um vendaval de dívida impagável que poderá abater-se, mais minuto menos minuto, sobre os Estados Unidos. They are not Portugal... Há uma grande guerra Austeridade / Espansionismo da Dívida, no Congresso Americano, entre Republicanos e Democratas, sendo que a recusa de cortes pelos Democratas e o crescimento exponencial da dívida pública poderá conduzir aquele colosso ao abismo planetário do qual ninguém sairá ileso. Nós, portugueses, já levamos dois anos de austeridade, mas em face do tsunami mundial que se prefigura, parecerá pouco, quase nada. Talvez nem a Europa, com toda uma estratégia completamente diferente, de contenção e disciplina orçamentais, tenha condições para resistir completamente aos efeitos de uma mega-hiper-falência dos Estados Unidos, aos bochechos, mas falência. Cidade a cidade, mas falência. Se não tiver, muito menos outras economias.  

Sem comentários: