sábado, janeiro 21, 2012

COMO OS PARASITAS DA CARNE DE PORCO

«O Marxismo (filosofia 'desmentida' e tornada obsoleta ainda em vida do próprio autor), o Comunismo, o 'sindicalismo-unificado' (do tipo sindicato único na URSS para desfilar apenas ordeiramente no 1.º de Maio em frente aos velhos bonzos do Soviete-Supremo) são como os parasitas na carne de porco: desenvolvem-se onde existem condições favoráveis. E, como é evidente, não pretendem que as coisas melhorem senão a sua razão de existir, o seu parasitismo findam. O nosso maior subdesenvolvimento foi ter a InterSindical a intimidar e a 'mandar' tempo de mais nos governos que cediam sempre  mesmo, ou principalmente, nos 'de direita' (o que é afinal um governo de direita, visto que desde 1975 até agora não tivemos um único desses governos?). Cavaco Silva e o desmantelamento voluntário das pescas, e a agonia da agricultura, são a outra face da moeda  a par da CP com o seus maquinistas sindicalizados na 'Inter' que auferem "subsídio de maquinismo". Para se encontrar semelhante bandidaria chula do Orçamento, só mesmo escavando o "subsídio mensal para a compra de livros" no Banco de Portugal.» Besta Imunda

1 comentário:

joshua disse...

Brilhante, caríssimo BI. Como SEMPRE. Tenho tido o máximo do prazer e da honra.