domingo, janeiro 22, 2012

FILHINHA APRENDE PAUL CÉZANNE

Faces rosadas, muito compenetrada na luz e no aconchego da cozinha, a nossa filhinha mais velha desenha e pinta. Ama o silêncio e adora o sossego, creio, porque fica longas horas nesse exercício, embrenhada nas tonalidades que as canetas de filtro lhe oferecem sobre o papel. Sugestionada pelo trabalho no Infantário, pergunta-me se sei quem pintou a natureza morta Taça com Frutas? Sem me dar tempo, com a candura dos seus cinco aninhos dispara serenamente que foi Paul Cézanne. Fiquei extático. «Papá, ele morreu velhinho, não foi?»

1 comentário:

George Sand disse...

Bom quando a arte se faz criança.