segunda-feira, janeiro 16, 2012

DOMINGOS, IMPACIÊNCIA, CALVÁRIO E CARNAVAL

Se não é a síndrome do Natal, é, ou será, a do Carnaval. Chegou o típico calvário sportinguista ao bom Domingos. Tenho pena dele. Não considero justo que seis meses de trabalho depois, depois de ter empolgado os adeptos, o técnico veja agora, por pura impaciência e oportunismo ingrato de alguns adeptos, os mesmos dedos empolgados voltarem-se contra si. Agora aparecem a dizer que ele, afinal, não se distingue da banalidade dos demais treinadores portugueses. Agora já o comparam a Paulo Sérgio, beneficiando somente de uma imprensa simpática e de algumas condições de plantel igualmente lisonjeiras. Se eu fosse Domingos, demitia-me. Liga Europa bem encaminhada. Taça de Portugal bem encaminhada. Querem o quê para ontem, com o passado recente Alvalade vazio, esperança nula, mediocridade permanente?! Quem rompeu com tudo isso? Para longe de tanta cegueira e ingratidão!

Sem comentários: