segunda-feira, setembro 24, 2012

CARDOZO, OS POSTES E O ÁRBITRO

Os problemas de tesouraria já se traduzem no relvado. À primeira oportunidade, a um primeiro resultado negativo, ao primeiro pretexto, o Sport Lisboa e Benfica revolta-se, chateia-se e entristece, menos com os lapsos e falhas de jogadores como Cardozo, ao que se sabe com problemas pessoais que cheguem, que com os postes e o árbitro. É um problema quando Jorge Jesus surge no colóquio-embate com os jornalistas com um discurso tão nervoso quanto inseguro, como se em vez de falar de futebol, a melhor defesa fosse o ataque a qualquer alvo em movimento. 

Sem comentários: