terça-feira, setembro 25, 2012

UMA PEQUENA RAZIA, RAZIA TARDIA E A MEDO

O raciocínio é este: primeiro começam pelos ossos do Regime, que é quem trabalha e não escapa ao Fisco. Depois, muito depois, passam à carne do lombo do Regime que são estes esquemas e institutos e fundações, isentos de Fisco e até aqui com apoios graúdos do Estado. E, mesmo assim, continuaremos a pagar pela medida grande décadas de criatividade, benesses e mordomias. A ironia é que, preso por ter cão preso por não ter, talvez haja quem levante a voz contra um Governo que corta a mama à Fundação Cidade de Guimarães, à Fundação Casa de Bragança, à Fundação Oriente e à Fundação para as Comunicações Móveis, que vão perder totalmente os apoios públicos, e corta ainda a medo a teta rancorosa da Fundação Soares. Com ousadias destas, e postestades assim beliscadas, é um milagre que o Governo continue de pé. Soares, Sua Exaltadíssima Miopia, virá com mais desconchavo gritar pela queda à metralhadora do irreverente Governo Passos.

Sem comentários: