sábado, setembro 29, 2012

O ET BORGES NÃO É PORTUGUÊS

Até dou de barato que numa perspectiva fria de náufrago para um País de náufragos, Borges até tenha razão e só lha demos daqui a muito tempo, mas no plano imediato da persuasão e sobretudo da incarnação na nossa vida, este técnico simplesmente não pode pertencer à espécie humana e, pelos vistos, não é tampouco da espécie empresarial nacional. Mais um lunático demasiado avançado para parecer um de nós ou ao nosso serviço.

1 comentário:

Floribundus disse...

o rectângulo prefere continuar a ser o retiro dos palermas
Borges é como eu um 'destribalizado' um 'meteco'