segunda-feira, setembro 10, 2012

É UNÂNIME: PASSOS É CALOIRO E ASNO

A Troyka pode ser ao mesmo tempo revolucionária e reaccionária, promover o reformismo que há muito Portugal reclamava e oprimir quem não tem culpa nem recursos, mas Passos, segundo Marcelo e segundo qualquer leigo, sobretudo após Sexta-feira passada, revela-se demasiado desastrado, insensível e sádico para ser verdade. Se há verdade em Passos, e há, é uma verdade que perfura e não perdoa aos pequenos nem os defende. Depois de um coveiro patife cujo sorriso salafrário escondia o caminho de desastre trilhado, sai-nos um cromo caloiro que esfaqueia a sociedade civil, as famílias, sem dó nem piedade, antes de mais e à testa de tudo. E tudo o que seria necessário era o tal contraponto: e as empresas monopolistas? E as PPP? E as rendas abusivas? E as profissões liberais? 

Sem comentários: