quarta-feira, setembro 12, 2012

MAIS UM CAPÍTULO DO ISLÃO SANGUINÁRIO

J. Cristopher Stevens
Se um embaixador, neste caso o norte-americano J. Christopher Stevens, em Bengasi,  Líbia, paga com a vida a estreia de um filme nos Estados Unidos supostamente ofensivo para o Islão, já não estamos muito longe de por sermos ocidentais e europeus pagarmos com a vida a nossa indiferença talvez imperdoavelmente despreziva desse Islão por ser sanguinário. A imagem de que o Islão que se ofende é demasiado sanguinário para se suportar num mundo plural consolida-se e torna-se indelével nas psiques do planeta. Podem matar todos os embaixadores e todos os não-islâmicos. Uma vez exterminados, sim, haverá um só Alá e o seu profeta, Muhamad.

2 comentários:

Anónimo disse...

Queres tu dizer que só há um deus, o Petróleo, e o tio Sam é o seu profeta. A Shahadah do imperialismo.

Anónimo disse...

Verdades sobre o maldito islam e o filme sobre mauméé.
Se mauméé aparecesse hoje, teria que fugir a 7 pés dos muçulmanos.
Como isso não está na doutrina islâmica, não pode ser aceite.
No islam, nem allah pode aparecer.
E se visto ao detalhe e pormenor, tudo no islam, são insultos, faltas de respeito, blasfémias ao próprio islam, ao allah maometano, a mauméé e aos muçulmanos.

E mais.
Todo o filme deve estar de acordo(ainda não o vimos), com as informações oficiais islâmicas.
Mas se houver algo no filme de que os muçulmanos duvidem ou discordem, que digam o quê?, quando? e onde?
É que no corão está que allah engana, aterrorriza e faz outras coisas ruins.
allahu akbar significa até que aquele allah é o maior em tudo.
No islam, foi aquele allah que fez satan e os génios maus e que só a eles deu permissão.
Logo, aquele allah é o maior enganador e o maior em tudo o que seja ruim e pior que os chifrudos todos juntos em dia de mau humor.
Não há um só muçulmano erudito que consiga desmentir esta e outras verdades sobre o enganador e maléfico islam.
Até já o puderam fazer e não o fizeram.
Em verdade, só fora do maldito e execrável islam, O Bem Pode Existir e Ser Fonte de Vida e Verdade.