segunda-feira, maio 27, 2013

AMAR-EDUCAR É MUITO CARO E MUITO DURO

Sem dinheiro para dar o elementar aos seus filhos, muitos pais desejariam morrer. Como não morrem, infligem sofrimento e desatino à sua volta. Tudo é muito mais complexo, embora também passe pela permissividade e o relativismo dos valores: «Importámos ideias e (in)valores que estão a destruir a base da sociedade que é a família. A sociedade actual é um desastre! Tudo invertido! Já não se sabe ou não se quer distinguir o bem do mal! Vale tudo! O lógico e o absurdo. A sensatez e a loucura! A inocência e a culpa. O amor e o ódio. A Amizade e a traição. A decência e a promiscuidade. A sabedoria e a ignorância. A Verdade e a mentira... O mundo está às avessas e as pessoas deixam-se ir no carrossel vertiginoso que gira às voltas e voltas sobre si mesmo, sem rumo nem sentido! Pobres crianças do futuro - próximo e longínquo ... se não houver algo que mude radicalmente!» Anónimo

Sem comentários: