segunda-feira, maio 27, 2013

NOVAS DO ABOMINÁVEL HOMEM-MERDA

Só num País de Merda José Sócrates pode falar e dizer sem corar ou sem uma enxurrada de tomates e ovos podres pela cabeça abaixo. Toda a fauna de conspiradores plutossocialistas parece virgem e impoluta, na hora de visar o Presidente da República e chantagear o Ministério Público em razão da sua actuação típica. Naturalmente, bastou um jantar para deixar lisonjeado e apaixonado Miguel Sousa Tavares por Sócrates numa época em que Sócrates jantava com o diabo, o lobo mau e a fada dos dentes para captar a benevolência de cada um dos opinadores influentes na nossa Opinião Publicada. Por isso interessa-lhe a polémica entre Cavaco Silva e o seu amigo Miguel Sousa Tavares. Mas se há pessoas que não merecem consideração política nem humana e podem ser apodadas de palhaços, animais, dementes, são precisamente as que hoje escolhem como alvo o Presidente e ontem toleravam a imoralidade mais obscena na Política. Como se isto em Portugal fosse uma questão de encontrar um culpado e um bode expiatório e não um sistema corrupto enraizado do qual Sócrates, o Abominável Homem-Merda, foi um excelente representante. Agora tem curiosidade em saber se o modus operandi deste Ministério Público será em alguma coisa semelhante ao sorna e pau-mandado modo de agir do Ministério Público de Pinto Monteiro. Impostor e desavergonhado, esquece-se que o objectivo da instauração de um inquérito é mais simbólico e subliminar que efectivo. Pinto Monteiro arquivava tudo. Noronha é também um enorme arquivador. A Justiça em Portugal não julga. Arquiva. Daí que Sócrates possa emanar a sua merda, insinuar o seu lixo aos Domingos, na RTP, e apoiar-se na sua larga experiência de manipulador, com a qual logrou passar por entre os pingos da chuva. Assim recorda ter o MP «arquivado todas as queixas de titulares de cargos públicos por ofensas à honra e dignidade. Se o Ministério Público decidir acusar Miguel Sousa Tavares tem de rever todos os seus critérios». Ámen, Merda Falante. Note-se como havendo diferenças na lei em relação a ofensas a instituição Presidente da República e a outros titulares de cargos públicos e sendo as ofensas à honra também crime, ninguém foi mais canino e persecutório que Sócrates sobre jornalistas, cronistas e jornalistas não por ataques à sua honra rarefeita mas por factos limpos, nus, crus, devidamente investigados, demonstrados, nunca contraditados por sua Exma. Playboycidade. E o mal está nisto: tanto aconteceu serem arquivados os processos das suas preciosas queixas como o próprio Sócrates desistiu de algumas delas, vai lá saber-se porquê, como é o caso evidente da que moveu a António Balbino Caldeira ou a João Miguel Tavares. Em resumo: sim, rasgo e rasgarei as vestes no caso Presidente da República Cavaco vs. Miguel Sousa Tavares e rasgo-as contra Miguel Sousa Tavares e o seu topete faccioso. Não me calei nem me calarei relativamente aos que, no passado, ficaram calados quando Sócrates, a Grande e Escrupulosa Cicciolina do Plutossocialismo, litigava por dá cá aquela palha. Contra Sócrates, sempre. Sim, porque aqui é preciso, é urgente, usar de dois pesos e duas medidas. Sempre.

6 comentários:

Anónimo disse...

Por que dão voz a esta sinistra personagem, que levou o país à miséria e ainda lhe dão voz?! Julguem-no pelo mal que fez, fazia-lhe bem estudar na prisão.

Joaquim Carlos disse...

Que Sócrates apareça nas TV já é uma indecência sem tamanho. Que comente, uma tragicomédia de péssima qualidade. Que aponte o dedo às instituições políticas e as apode de decadentes e degradadas, um completo escândalo, tendo ele sido o infrene manipulador que foi, e só possível num País que não se dá ao respeito. Pessoalmente sinto-me enojado.

José Domingos disse...

Mete nojo, esta espelunca. A petição, contra a ida deste ( não há palavras ) para a rtp, paga com o nosso dinheiro, deu em nada.
O que vale, é que estamos num estado de direito, dizem os morgados do orçamento.
Curioso, é que quem meteu este país no fundo, agora é ou comentador ou concelheiro de estado.O "jornalismo " de cá é uma merda, com yes-gente a escrever yes-coisas.
Estou farto desta merda.

Anónimo disse...

Senhor Joaquim Carlos, a culpa não é dele; a culpa é de quem o levou para arengar na TV do Estado. E toda a gente sabe que foi pelas mãos do governo que ele para lá foi. Então não foi com o apoio dele que o Senhor Passos Coelho ganhou as eleições ao Senhor Paulo Rangel no PSD? Não há almoços grátis...Portanto, sem embargo de os seus reparos serem pertinentes, parece-me que as suas críticas devem ir em primeiro lugar, e sempre, para o PSD e quejandos.

Anónimo disse...

Se, como diz o Povo, metessem a mão na consciência, concluiriam que a ida de Sócrates para a RTP não foi mais que uma manobra para afastar Relvas do Governo, ora meditem lá!

David Ferreira disse...

MST tem um novo livro à venda, nada melhor que uma polémica para ter publicidade gratuita... no fundo não passa de uma campanha publicitária que quem teve 3 floop's literários consecutivos