sexta-feira, maio 31, 2013

TANTOS NOMES. TANTOS BOIS.

Gostei. Sinceramente, gostei, aplaudo e aprovo. Agora imaginem que ela tivesse mesmo tempo para desfiar o rosário dos nomes dos bois todos e por ordem de importância. Disso é que eu gostava. São tantos nomes. São tantos bois. Por outro lado, gostava de saber quem chefiava este Adriano Rafael Moreira, este Paulo Braga Lino, este Juvenal Silva Peneda, esta Maria Luís Albuquerque. Quem? Mas quem estava por cima deles. Sim, porque alguém fechou os olhos, alguém sonhou e a obra nasceu. O Padrinho da Máfia é infinitamente mais culpado que cada um dos seus esbirros somados. Depois, pelo menos há um esforço para remediar esta absoluta borrada.

2 comentários:

f disse...

estão escritos pela nova hortografia

Anónimo disse...

http://sicnoticias.sapo.pt/incoming/2013/06/02/passos-supera-socrates-em-nomeacoes-em-dois-anos-de-mandato