terça-feira, maio 28, 2013

«POIS, MAS ISSO NÃO É COMIGO...»

O grande conspirador, federador, urdidor de estratagemas, fautor de instabilidade, só quer uma coisa democrática, legítima, urgente, correcta, que o Governo caia, o resto...: 

Mas há um problema complicado. Há um ano, o sr. dr. defendeu que o PS devia romper com o Memorando da troika. Mas a verdade é que o PS não rompeu com o Memorando da troika. E isto pode conduzir-nos a um beco sem saída: este governo cai, já quase toda a gente o dá como moribundo, mas depois é substituído pelo PS, que vai ter de se submeter ao mesmo Memorando da troika? 

Pois, mas isso não é comigo. Não tenho responsabilidades partidárias, hoje, nem as quero ter. Isso é com os partidos, com as centrais sindicais e com o povo, que é quem mais ordena.

Mário Soares, ao i

Sem comentários: