quarta-feira, maio 29, 2013

O SANGUE DOS TOPÓNIMOS

Para além das inconstitucionalidades na reforma administrativa local, lavra do ex-ministro Relvas, e para além das comunidades intermunicipais, espero que esta lei tombe ou se faça melhor. Não representa grande poupança estrutural, presumo, e só logra magoar demasiados símbolos, sangue dos topónimos nacionais com gente, com rivalidades locais, regionais. São elas porventura o mínimo que nos faz seguir em frente. Que seria de Braga ou de Guimarães sem a rivalidade visceral que alimentam entre si?!

Sem comentários: